O Projeto RHOL

As plantas, no universo das Religiões de Matriz Africana, são fundamentais para as práticas rituais e terapêuticas. Nesse âmbito, os espaços naturais são entendidos como sagrados e representam a base sem a qual a existência do patrimônio identitário estaria ameaçada. 

A pressão do crescimento demográfico e da especulação imobiliária tem provocado a diminuição dos ambientes naturais e compromete o acervo de espécies utilizadas pelos Povos Tradicionais de Terreiros em áreas de mata, impondo-lhes algumas adaptações sociais e litúrgicas. Face a isso, o acesso às espécies da flora etnobotânica utilizadas pelas Religiões de Matriz Africana tem ocorrido, principalmente, em centros comerciais e feiras livres, já que as áreas de mata estão cada vez mais reduzidas. 

 O cultivo dessas plantas, por sua vez, carece de apoio técnico e financeiro que possibilite o desenvolvimento dessa prática nos espaços dos próprios terreiros. Temos, agora, a chance de mudar essa realidade.

Para dirimir a problemática que atinge os terreiros de Candomblé, está sendo feita a implantação de uma rede de hortos para produção e beneficiamento de plantas de usos medicinais e litúrgicos (RHOL), em municípios de Salvador e da Região Metropolitana, em terreiros que possuam viabilidade hídrica e outras características que constituam um potencial para a implantação de hortos agroecológicos, e um onde será instalado o centro de beneficiamento, que será abastecido pelos demais terreiros que completam a rede.

O Projeto RHOL visa incentivar a Economia Solidária e o Comércio Justo e Solidário — em consonância com a Lei Estadual 12.368/2011, que cria a Política Estadual de Fomento à Economia Solidária no Estado da Bahia —, na atuação de forma associativa e cooperativa dos Terreiros de Candomblé, com assistência técnica continuada, em produção e beneficiamento de plantas de uso medicinal e litúrgico, na expectativa de gerar alternativas de ocupação e renda aos beneficiários deste projeto, enquadrando-os no contexto da Economia Solidária

.



RHOL – Rede de Hortos de Plantas Medicinais e Litúrgicas